Você esta aqui
Casa > Notícias > Política > Ao lado de 260 prefeitos, Dinis defende equilíbrio fiscal, investimentos sociais e fortalecimento de municípios

Ao lado de 260 prefeitos, Dinis defende equilíbrio fiscal, investimentos sociais e fortalecimento de municípios

O ex-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais Dinis Pinheiro e lideranças políticas do Estado lançaram, na noite desta segunda-feira (11/12), em Belo Horizonte, o movimento A Minas Que Começa Agora.
 
Estavam presentes no encontro político o senador Antonio Anastasia, o ex-governador Alberto Pinto Coelho e cerca 260 prefeitos, além de cerca de 1.300 lideranças de mais de 600 municípios de todas as regiões de Minas Gerais.
 
Também compareceram deputados federais e estaduais do PP, PSDB, DEM, PPS, PDT, PTB e PR, além de lideranças do Solidariedade, do PRTB e outras legendas.
Prioridades
 
No lançamento, Dinis defendeu quatro prioridades para Minas Gerais: equilibrar as finanças estaduais, promover investimentos sociais, estimular parcerias com o setor privado e fortalecer os municípios.
 
Em primeiro lugar, arrumar a casa, superando a crise financeira que abala Minas. O segundo grande vetor: prioridade absoluta exigida pelos investimentos sociais, a serem destinados à saúde, à educação, à segurança pública, à habitação, à cultura e ao saneamento. O terceiro eixo de nossa ação buscará estimular e apoiar fortemente as parcerias entre a sociedade e o setor privado em programas e projetos de interesse coletivo, gerando emprego e renda. O quarto vetor é termos como ponto de partida a certeza de que os municípios não são problema. Os municípios são a solução!”, afirmou Dinis.
 
Dinis também destacou quatro compromissos fundamentais assumidos pelo movimento A Minas Que Começa Agora, que guiarão a busca pelas prioridades do movimento.
 
 

Quatro são os compromissos fundamentais que nos une nesta Minas que começa agora: fidelidade aos valores democráticos; afirmação das liberdades políticas e civis; e justiça social somada ao desenvolvimento dos municípios”, afirmou Dinis.

Comentários no Facebook

Top
%d blogueiros gostam disto: